Prótese de Mama 2018-09-13T16:17:31+00:00

Prótese de mama (Implante de mama ou mamoplastia de aumento)

A cirurgia plástica para introdução de implantes mamários de silicone é muito comum em diversos países do mundo e o padrão estético de mamas maiores e mais arredondadas foi ao encontro do desejo íntimo da maioria das mulheres e também dos homens.
A cirurgia popularizou-se e ganhou destaque entre as cirurgias plásticas mais realizadas do mundo. Com o refinamento das técnicas cirúrgicas, os resultados estéticos tornaram-se cada vez melhores.
Apesar de parecer um procedimento simples, muitas vezes banalizado pela mídia, a cirurgia de implantes mamários de silicone apresenta nuances bastante específicas para cada paciente. Pequenos detalhes técnicos podem contribuir enormemente para o resultado esperado.
É muito comum, as pacientes influenciadas pelo resultado de uma amiga ou conhecida, nos procurarem com um determinado volume em mente. Entretanto é importante dizer que um implante de 200 ml pode proporcionar resultados totalmente diferentes em corpos diferentes, uma vez que depende das medidas corporais de cada paciente.
Por isso, uma consulta médica individualizada, com profissional devidamente especializado, credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), cada paciente terá a oportunidade de discutir todos os detalhes ( o formato, a marca, o volume, a via de introdução do implante, a durabilidade do mesmo, a técnica anestésica, o plano anatômico, dentre outros ) e retirar todas as dúvidas.
O silicone
O silicone é um material inerte (não-reativo) utilizado na prática médica de várias formas, a mais conhecida como implante de mama.
Devido à evolução do gel que se tornou mais coeso, do revestimento mais resistente contra degradação do tempo e contratura capsular, o médico acompanha a evolução de cada paciente e seu implante, não havendo mais a obrigatoriedade de troca a cada 10 anos.
A cirurgia
A cirurgia geralmente é realizada com anestesia local acompanhada de sedação leve. Dependendo do caso pode-se realizar anestesia peridural ou geral. Tudo sob cuidado do médico anestesista.
Existem 3 formas básicas de introdução dos implantes. Via sulco mamário, peri areolar ou axilar. Não existe uma via que seja, sempre, melhor ou pior. O cirurgião plástico, em conjunto com a paciente, vai escolher a melhor via de acesso para cada caso.
Quanto ao local dos implantes nas mamas existe duas formas, subglandular (mais conhecida pelo termo “em cima do músculo”) e submuscular “em baixo do músculo” ). Cada local tem sua indicação precisa de acordo com as características pessoais de cada paciente.
O pós-operatório
Tão importante como a realização da cirurgia, é o pós-operatório bem feito. É nessa hora que a paciente necessita dos maiores cuidados, deve evitar esforços físicos e seguir as orientações médicas.
Como na maioria das cirurgias plásticas, o pós-operatório é tranquilo.
As visitas ao consultório médico são constantes para acompanhar todo o processo de cicatrização de perto, objetivando cicatriz praticamente inaparente.
É necessário a utilização de sutiã especial para adequado suporte mamário. Em alguns casos ajuda de uma fisioterapeuta para drenagem linfática também é muito importante.
Satisfação
O ganho com a cirurgia plástica está em ter um corpo mais bonito, condizente com as expectativas de cada paciente e sobretudo a satisfação, o bem estar e o ganho psicológico obtido.